+ de 48 milhões de acessos

+ de 48 milhões de acessos
Visitem!

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Castelo Futebol Clube encaminha acerto com Wallef Mendes e aguarda goleiro para assinar contrato

O ARQUEIRO GARANTIU ACESSO À SÉRIE B2 EM 2018 DEFENDENDO AS CORES DO ROXINHO NA SÉRIE C DO CAMPEONATO CARIOCA

Por Sérgio Oliveira
bloglastminute-news@reportagem.info 
Fotos: Divulgação 

E quem deixou o futebol carioca para atuar no futebol capixaba foi o goleiro Calçadense Wallef Mendes, que vai disputar a Série B do Capixabão 2018 defendendo as cores - branco e preto - do Castelo Futebol Clube. O clube capixaba no passado se chamava S.C. Alfaiate. 

Wallef foi eleito o melhor guarda-redes da Série C do Campeonato Carioca 2017

O arqueiro não renovou com o clube do Campos Atlético Associação (Roxinho), agremiação esportiva de Campos dos Goytacazes (RJ), fundada no sábado de 26 de outubro de 1912. O contrato assinado na noite de quarta-feira de 21 de junho de 2017, no Estádio Ângelo de Carvalho, localizado na R. Dr. Lacerda Filho, 35 - Parque Leopoldina, Campos Dos Goytacazes– RJ, venceu no dia 15 de dezembro (sexta-feira) do mesmo ano.




Wallef Mendes em 2017 defendeu o Roxinho pela Série C do Campeonato Carioca, garantiu acesso à Série B2 em 2018, e ‘de quebra’ foi eleito o melhor guarda-redes da Série C do Campeonato Carioca, segundo menos vazado da competição, desbancando Jefferson, do Pérolas Negras, e Jorge, do EC Resende. Na escolha realizada pelo FutRio.net., recebeu 3.278 votos (54,07%), depois de ser computados os 34.564 votos. Os internautas votaram durante 10 dias.


O quíper/keeper, de 22 anos, já vestiu as camisas das equipes Red Bull Futebol e Entretenimento Ltda-SP, Madureira Esporte Clube-RJ, Serra Macaense Futebol Clube-RJ, Esporte Clube São João da Barra-RJ, Goytacaz Futebol Clube-RJ, Bangu Atlético Clube-PE (amador), Afogados da Ingazeira Futebol Clube-PE e União de São José do Calçado-ES (amador). Tem um novo desafio: buscar o terceiro acesso seguido. Antes do Roxinho, defendeu o Afogados da Ingazeira Futebol Clube-PE, em 2016, que subiu para a elite do Campeonato Pernambucano.

SÉRIE B DO CAPIXABÃO 2018

A Segunda Divisão do Campeonato Capixaba começa no dia 24 de março (em um sábado). Prevista para dar início em fevereiro, a mudança incidiu na segunda reunião do Conselho Arbitral da competição, que aconteceu na sexta-feira de 23 de novembro de 2017, na sede da Federação de Futebol (FES), R. Barão de Itapemirim, 209 - Centro, Vitória – ES.

Durante a reunião o presidente Gustavo Vieira, disse que a mudança era para que a entidade ganhasse tempo, tendo acesso aos recursos provenientes das emendas parlamentares, visto que com esses recursos, a FES custearia as despesas de arbitragem dos clubes, na Série B.

- O motivo principal do adiamento é em relação aos trâmites de processos junto ao Governo do Estado, para que possamos utilizar os recursos provenientes de emendas. Isso demanda tempo, no caso, pedimos aos clubes o adiamento em um mês – disse Gustavo, presidente da FES.

A Segundona do Capixabão 2018 terá oito times, divididos em duas chaves: Grupo Norte (Rio Branco Atlético Clube, Esporte Clube Aracruz, Linhares Futebol Clube e Vilavelhense Futebol Clube) e Grupo Sul (Castelo Futebol Clube, Estrela do Norte Futebol Clube; Sociedade Esportiva e Recreativa Castelense e Sport Club Capixaba).

As equipes se enfrentam dentro dos respectivos grupos, em turno e returno, na primeira fase. Depois das seis rodadas, os primeiros e segundos colocados de cada chaves avançam para as semifinais (1ºAx2ºB e 1ºBx2ºA). Os vencedores vão às finais e garantem o acesso para a Série A de 2019.

SOBRE O CASTELO FUTEBOL CLUBE

Na segunda-feira de 1º de janeiro de 1930 foi fundado a agremiação Castelo Futebol Clube. Antes se chamava S.C. Alfaiate. Durante Assembleia Geral realizada na terça-feira de 6 de dezembro de 1932, o Estatuto do Clube foi aprovado. A Assembleia foi publicada no Diário Oficial do Estado na sexta-feira de 17 de dezembro de 1948.

O estandarte, flâmula, escudo e uniforme é presenteado pelas cores preta e branca. Em uma quarta-feira de 1º de junho de 1955, o Castelo Futebol Clube é reconhecido como instituto jurídico de direito privado de “Real Utilidade Pública”, graças aos proeminentes serviços prestados à educação cívica, física, moral e social da mocidade castelense, por força da Lei Municipal nº 140, de 01/06/55.

Uma curiosidade marca a trajetória do time capixaba. Certa vez, na primeira partida de sua história, ao jogar fora da cidade, o carro que transportava os jogadores quebrou. Eles continuaram o caminho até o campo a pé. Apenas 8 jogadores entraram em campo. Com pressa, alguns calçaram as chuteiras com os pés trocados. O Castelo abriu o placar mesmo estando em desvantagem. Porém, quando todos os jogadores entraram em campo, a equipe adversária virou a partida e venceu por 2 x 1.

Jorge Luiz da Silva (Luiz Fumanchu), que jogou pelos Club de Regatas Vasco da Gama, Fluminense Football Club e Clube de Regatas do Flamengo, e José Afonso Moreira Ferreira, conhecido como Zé Afonso, ex-Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, jogaram no Castelo Futebol Clube. Fumanchu ‘Pito’, deu seus primeiros passos aos 14 anos, nos juvenis do Castelo Futebol Clube, time da sua cidade natal.

SOBRE O GOLEIRO 

Nascido no Hospital Estadual São José do Calçado, em 8 de junho de 1995 (quinta-feira), no município de São José do Calçado, no Sul do Estado, Wallef Mendes de Oliveira, é filho de Aílson Ferreira de Oliveira e Sebastiana da Conceição Gonçalves Mendes. Treinou na categoria 9 a 11 anos em São José do Calçado. Dos 11 a 14 anos treinou no gramado do Ordem e Progresso F.C de Bom Jesus do Norte (ES). 


Aos 14 anos, Fábio Alex Kimber Pinto, que era diretor do Ordem Progresso F.C o ajudou a ir para a equipe paulista Red Bull Futebol e Entretenimento Ltda. Jogou desde os 15 anos no Madureira Esporte Clube-RJ, onde se destacou pela fama de pegar muitos pênaltis. Uns o chamam de Sergio Javier Goycochea - Goyco ou Tapa Penales-, como ficou conhecido o goleiro argentino, que ganhou destaque na Copa do Mundo da Itália substituindo Nery Alberto Pumpido, que quebrou a perna na partida contra a seleção de Camarões (8/6/90, sexta-feira). 


No começo da carreira treinava no modesto gramado do Estádio Ernesto Guimarães – Americano Atlético Clube de São José do Calçado-, até fazer fama na categoria sub-17 do Madureira Esporte Clube-RJ. 

Começou a pegar intimidade com o campo de futebol aos 9 anos de idade. Treinou na categoria 9 a 11 anos com o treinador Moacir Lopes Teixeira, em São José do Calçado. Dos 11 a 14 anos treinou no Ordem e Progresso F.C de Bom Jesus do Norte (ES), clube fundado em 6 de maio de 1914 (domingo) pelos esportistas Antônio de Oliveira Borges, José de Oliveira Borges, José de Souza Firmo e José Cabeça Freire. 

Wallef já vestiu as camisas das equipes Red Bull Futebol e Entretenimento Ltda-SP, Madureira Esporte Clube-RJ, Serra Macaense Futebol Clube-RJ, Esporte Clube São João da Barra-RJ, Goytacaz Futebol Clube-RJ, Bangu Atlético Clube-PE (amador), Afogados da Ingazeira Futebol Clube-PE e União de São José do Calçado-ES (amador) e Campos Atlético Associação (Roxinho)













Nenhum comentário:

Postar um comentário